José de Mello Saúde atribui cinco Bolsas de Doutoramento

A José de Mello Saúde atribui hoje cinco Bolsas de Doutoramento em Medicina no valor de 100 mil euros. Trata-se de um investimento em formação médica sem paralelo em Portugal que demonstra a importância conferida pelo Grupo ao progresso da comunidade médica e científica no país. 

O Júri independente foi presidido pelo Reitor da Universidade Nova, António Rendas, e integrado pelos directores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Agostinho Marques, da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, Jaime Branco, e pela Escola Superior de Saúde da Universidade do Minho, Nuno Sousa, bem como pela Presidente do Conselho Médico da José de Mello Saúde, Piedade Sande Lemos, o Responsável do Departamento de Formação Médica da JMS, João Paço, e pelo consultor clínico da JMS, José Fragata.

A concessão das Bolsas de Doutoramento foi atribuída, por unanimidade, a Alexandra Miranda, especialista em Ginecologia/Obstetrícia, António Gaspar, especialista em Cardiologia, Cristina Caroça especialista em Otorrinolaringologia, Filipe Barcelos, especialista em Reumatologia, e Joana Ferreira especialista em Oftalmologia. Os cinco vencedores pertencem ao Hospital de Braga, Hospital CUF Infante Santo e Hospital CUF Descobertas.

Para o Presidente do Conselho de Administração da José de Mello Saúde, Salvador de Mello, “a atribuição destas Bolsas de Doutoramento revela a preocupação da José de Mello Saúde em valorizar o mérito e incentivar a excelência dos seus profissionais, assim como reforçar o compromisso com a investigação médica em Portugal”.

Para além da investigação, estas Bolsas de Doutoramento em Medicina representam também o forte investimento do Grupo no ensino, formação e na cooperação com as instituições universitárias, linhas estratégicas para o desenvolvimento da atividade de prestação de cuidados de saúde.

Os projetos dos cinco bolseiros premiados irão incidir sobre os seguintes temas de investigação: “Efeito da corticoterapia antenatal no neurodesenvolvimento fetal” de Alexandra Miranda, Hospital de Braga; “Condicionamento isquémico cardíaca remoto como adjuvante da revascularização miocárdica na doença coronária aguda” de António Gaspar (Hospital de Braga); “O que poderá estar associado à surdez neurosensorial na população de São Tomé e Príncipe” de Cristina Caroça (Hospital CUF Infante Santo); “Subpopulações linfocitárias no diagnóstico de Síndrome de Sjogren Primária” de Filipe Barcelos (Hospital CUF Descobertas) e “Retinopatia Diabética: uma doença neurodegerativa antes de uma doença vascular?” de Joana Ferreira (Hospital CUF Descobertas).

 


Vencedores das Bolsas de Doutoramento de 2014 com o Presidente do Conselho de Administração, Salvador de Mello

 

09-07-2014