José de Mello Saúde atribui Bolsas de Doutoramento em Medicina 

A José de Mello Saúde atribuiu ontem, pelo terceiro ano consecutivo, cinco Bolsas de Doutoramento em Medicina, no valor de cem mil euros (€100 mil), a médicos que trabalham nas suas Unidades e se encontram a frequentar programas de doutoramento em Faculdades de Medicina. Esta iniciativa representa um investimento em formação médica sem paralelo em Portugal que demonstra a importância conferida pela José de Mello Saúde ao progresso da Medicina e da Ciência no país.

A cerimónia de entrega das Bolsas de Doutoramento em Medicina decorreu no Museu do Oriente, com a presença dos ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Saúde.

A José de Mello Saúde considera estratégico para o desenvolvimento da atividade de prestação de cuidados de saúde o desenvolvimento dos seus colaboradores, procurando incentivar o aperfeiçoamento e melhoria das áreas do conhecimento nos seus profissionais de saúde.

O Júri das Bolsas de Doutoramento é presidido pelo Reitor da Universidade Nova, António Rendas, e integrado pela presidente do Conselho Pedagógico da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Amélia Ferreira, pelo diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, Jaime Branco, pelo professor catedrático de Cirurgia Pediátrica, da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho, Jorge Correia Pinto, bem como pelo Presidente do Conselho Médico da José de Mello Saúde, João Paço, e o consultor clínico da José de Mello Saúde, José Fragata.

Após a apreciação do Júri, a concessão das Bolsas de Doutoramento foi atribuída por unanimidade, a:
‐ Carla Madail, especialista em Ortopedia do Hospital CUF Infante Santo, com o tema “Construção de duplo sistema de suspensão cortical com semi‐tendinoso na reconstrução do LCA e LCP: Avaliação biomecânica e histológica”; 

‐ Carla de Sousa, especialista em Cardiologia do Hospital CUF Porto, com o tema “Estenose aórtica severa: imagem multimodal e biomarcadores para predizer a remodelagem ventricular e o prognóstico após a cirurgia de substituição valvular ‐ Estudo Remodel‐AVR”;

‐ Luís Campos, especialista em Medicina Interna da Clínica CUF Belém, com tema “Estudo da multimorbilidade dos doentes internados nos serviços de Medicina dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde em Portugal”;

‐ Ricardo Coentre, especialista em Psiquiatria do Hospital de Vila Franca de Xira, com o tema “Depressão e comportamento suicida após o primeiro episódio psicótico”;

‐ Susana Maia, especialista em Ginecologia‐Obstetrícia do Hospital CUF Porto, com o tema “Desenvolvimento e avaliação de um programa educacional e de treino em laparoscopia ginecológica”.

 

29-09-2016