Helder Novais e Bastos vence edição de 2013 da Bolsa D. Manuel de Mello

 

Helder Novais e Bastos, investigador da Escola de Ciências de Saúde/ICVS da Universidade do Minho e médico do Hospital de São João, recebeu, no passado dia 27 de Novembro, a Bolsa D. Manuel de Mello, no valor de 12.500 euros. A cerimónia teve lugar no Hospital de Braga e contou com a presença de António Sousa Rêgo, presidente da Fundação Amélia de Mello; Salvador de Mello, presidente do Conselho de Administração da José de Mello Saúde e Rui Raposo, presidente do Conselho de Administração da rede Saúde CUF Norte.

O investigador explica que “com Com este trabalho, agora distinguido com a Bolsa D. Manuel de Mello, pretendemos caracterizar a filogenia das bactérias que causam tuberculose no norte do país, ou seja, que diferentes linhagens ou estirpes, com origens evolutivas distintas e geneticamente diversas, andam a circular e a infectar as pessoas”.

Acrescentando ainda: “Compreendendo em detalhe a diversidade genética da bactéria e a forma como esta influencia a gravidade da tuberculose dar-nos-á pistas para desenvolver estratégias de tratamento mais ajustadas para cada caso. Por exemplo, se descobrirmos que uma linhagem particular de tuberculose está associada a um pior prognóstico da doença, os médicos saberão que devem intervir mais precocemente e, eventualmente, com uma abordagem terapêutica mais potente”.

 

29-11-2013